Lar Santo Antônio de Ivaiporã consegue certidão negativa do prédio

No mês de julho, o Lar Santo Antonio de Ivaiporã conquistou uma importante vitória ao conseguir a certidão negativa do prédio localizado na Rua Lea Valviverde Pirollo, graças ao trabalho realizado pelo contador Ricardo Montoro e pelo técnico em contabilidade, Luiz Montoro.

De acordo com Ricardo Montoro, o presidente da diretoria Mauro Zurlo e a ex-presidente Leila Boukhezan procuraram o escritório de contabilidade por conta de uma notificação da Receita Federal de regularização de obra, porque existia uma matrícula CEI da construção do prédio, que existe desde 1986, aproximadamente, e que teve a conclusão de todos os blocos em 2013 (matrícula CEI é como se fosse o CPF da construção). A direção do Lar Santo Antonio procurou os profissionais para fazer o trabalho de declaração de informação e regularização de obra. Essa declaração emitida via internet tem todos os dados da obra. “A declaração com as informações da obra é enviada para a Receita Federal, que gera uma guia. A regularização da obra na escritura só é possível com o pagamento da guia do INSS, correspondente à Certidão Negativa de Débitos junto à Previdência. Dessa forma é possível regularizar e averbar toda a construção no cartório de registro de imóveis”, explicou Ricardo Montoro.

O contador ressaltou que essa regularização evita que o Recanto dos Velhinhos seja multado. “Como se trata de uma construção antiga, conseguimos que o Lar deixasse de pagar um valor aproximado de R$ 100 mil de multa e venha pagar em torno de R$ 4.300, saindo de imediato a Certidão Negativa de Débitos. Estamos dando andamento ao processo de averbação no Cartório de Registro de Imóveis e a escritura do terreno, que antes era terra nua, em aproximadamente 4 meses vai estar com a obra de 1305 metros toda averbada”, comentou o contador.

O presidente da diretoria do Lar Santo Antonio, Mauro Zurlo, agradeceu aos profissionais pelo trabalho realizado e explicou a importância de ter a construção regularizada. “Agradeço ao Luiz e Ricardo Montoro pelo empenho na regularização do terreno; estamos resolvendo um problema antigo, que vai nos possibilitar manter os convênios com as prefeituras de Ivaiporã, Ariranha do Ivaí e Jardim Alegre”, afirmou Zurlo.

Comentários