Programa da ONU desenvolve características empreendedoras em Ivaiporã

Imagem da notícia.

“O Empretec me transformou. Ele me desafiou de maneira física e emocional e mudou a forma como me vejo. Sinto-me uma empresária capaz e fora da zona de conforto. Olho para o futuro e reavalio planos que pretendia realizar em dez anos e sinto que agora conseguirei fazer em cinco”. A declaração é da empresária Daniele Amaral, de Ivaiporã, que participou no mês de julho do seminário.

Durante as 60 horas de treinamento orientadas por instrutores do Sebrae/PR, a empresária conta que desenvolveu, sobretudo a habilidade de planejar com eficiência e estabelecer claramente as metas que deseja alcançar. “No meu primeiro dia de volta ao trabalho eu comecei a aplicar o que aprendi e passei a ver com outro olhar o meu negócio”, conta.

O Empretec, que transformou a vida profissional de Daniele Amaral, foi desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e é aplicado no Brasil pelo Sebrae, em forma de seminário. Assim como a empresária de Ivaiporã, nos últimos anos, outros 300 empreendedores da região do Vale do Ivaí tiveram a oportunidade de participar do programa que visa transformar as atitudes e o comportamento dos participantes.

Outro exemplo de empresária que relata ter transformado as suas habilidades e atitudes empreendedoras é Danúbia Ferreira Dorta, enfermeira por formação, há dez anos assumiu a gestão da indústria de artefatos de cimento de sua família, que tem 54 anos de história.

“Fazia três anos que planejava participar do Empretec, até que neste ano eu consegui organizar a minha agenda. Minhas expectativas foram superadas. Ele foi um divisor na minha vida, a empresária que vivia em mim no início de julho já não existe mais. Ele legitimou ações instintivas e forneceu base para outras. Passei a ser mais estratégica e ampliei o horizonte para as oportunidades”, assegura.

Joelma Barbosa Katto, consultora do Sebrae/PR, e responsável pela organização do programa em Ivaiporã, diz que o Empretec não é uma capacitação comum, mas sim uma imersão de seis dias em que o empresário se reinventa como empreendedor. “Os pilares de atuação da metodologia foram pautados nas experiências de empresários de sucesso de todo o mundo. O objetivo principal está focado em modificar o comportamento dos empreendedores, mas também em desenvolver a autoconfiança dos participantes”, reforça.

Metodologia

O programa Empretec é conhecido por transformar as atitudes e o comportamento dos empreendedores participantes. A metodologia é desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e aplicada no Brasil exclusivamente pelo Sebrae, em forma de um seminário.

Segundo a consultora Joelma, a próxima turma do programa na cidade será formada no primeiro semestre de 2020 e a aplicação da metodologia deverá acontecer em julho.

Comentários