Delegado Gustavo Dante falece

Imagem da notícia.

Após quatro dias internado na UTI do Hospital São Lucas em Ribeirão Preto, o delegado regional da subdivisão da Polícia Civil de Apucarana, Gustavo Dante da Silva, 40 anos, não resistiu e faleceu na tarde desse sábado, dia 3 de agosto.

Gustavo Dante, que foi chefe da 54ª Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã, entre 2013 e 2018, morreu em decorrência da tentativa de suicídio, ocorrida na terça-feira, dia 30 de julho, por volta das 19h30, quando atirou na própria cabeça. O delegado estava na casa pai Humberto Otoni da Silva, que reside em Ribeirão Preto.

Gustavo Dante permaneceu internado em estado gravíssimo no Hospital São Lucas, onde passou por cirurgia, teve 3 paradas cardiorrespiratórias, na quarta-feira, dia 31 de julho. Conforme a família, o delegado fazia tratamento contra depressão, há cerca de 3 meses, com especialista em Londrina. No entanto, decidiu ir ao Estado de São Paulo em busca de acompanhamento, após passar 4 noites sem dormir.

Gustavo Dante foi delegado em Ivaiporã por cinco anos e para muitos é considerado o melhor delegado que já esteve à frente da Polícia Civil de Ivaiporã. Em fevereiro de 2019, ele foi promovido e assumiu a subdivisão da Polícia Civil de Apucarana. Respeitado em toda a região Vale do Ivaí, ele era considerado um dos principais delegados do Paraná.

Gustavo Dante ingressou na Polícia Civil em 2018 e chefiou as Delegacias de Reserva, Faxinal, Marilândia do Sul e Ivaiporã, onde permaneceu por 5 anos. No dia 31 de janeiro, Gustavo Dante assumiu a chefia da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana – por indicação do delegado José Aparecido Jacovós, que foi chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana e eleito deputado estadual.

Filho de Humberto Otoni da Silva e Ilza Dante, o delegado Gustavo Dante era casado com Fernanda Sanches de Souza Dante – pais dos gêmeos Victor e Valentina (5 anos).

O sepultamento será na cidade de Guaíra, interior de São Paulo, amanhã (4) à tarde.

Luto Oficial

Prefeito de Ivaiporã Miguel Amaral decretou luto oficial de 3 dias no município e lamentou a morte do delegado. “Gustavo Dante sempre foi comprometido com o trabalho. E, com os demais policiais civis, baixou os índices de criminalidade na Comarca de Ivaiporã, que perdeu um grande profissional e eu perdi um grande amigo”, declarou o prefeito Miguel Amaral.

Comentários