PM desencadeia operação contra facções criminosas em todo o Paraná

Operação da Pm é realizada em todo o Paraná

Operação da Pm é realizada em todo o Paraná

Mais de 260 policiais militares realizaram operações, desde as primeiras horas desta quarta-feira, dia 31 de julho, em conjunto com o GAECO (Grupo de Atuação Especial contra Crime Organizado) para cumprir 100 mandados de busca e apreensão e de 108 mandados de prisão em todo o estado, com o objetivo de desarticular facções criminosas. As ações policiais ocorrem na Capital, Região Metropolitana e Interior do Paraná, ao todo são 40 municípios. Até às 11 horas, foram cumpridos 37 mandados de Prisão em locais externos, e oito cumpridos dentro de unidades prisionais.

Na área da 6ª Companhia da PM de Ivaiporã, foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Jardim Alegre, Grandes Rios e Faxinal. Segundo informações extraoficiais, 4 pessoas foram detidas, mas os nomes não foram divulgados.

“Desencadeamos a maior operação contra organizações criminosas no estado do Paraná em termos quantitativos e qualitativos. A investigação se deu por conta das ações criminosas que eles praticavam, que envolviam crimes contra a vida, como homicídios, sequestros, extorsões e também tráfico de drogas. Os resultados são fabulosos, e a operação ainda segue ao longo do dia”, destacou o subcomandante-Geral da PM, coronel Antônio Carlos de Morais.

A operação é um esforço conjunto da PM com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – GAECO – de Londrina, para retirar de circulação pessoas envolvidas com tráfico de drogas e em outros crimes. Os mandados judiciais estão sendo cumpridos em residências, carceragens de delegacias e penitenciárias do estado, principalmente contra líderes dos grupos criminosos.

Participam da operação integrantes de diversas unidades operacionais da Polícia Militar, com a aplicação de grupos de Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM), de Pelotões de Canil e de Choque, além do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e do Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb-FV).

Imagem da notícia.

Comentários