Regional inicia elaboração do Plano Estadual de Saúde

Funcionários da Regional de Saúde participam de oficina de capacitação

Funcionários da Regional de Saúde participam de oficina de capacitação

A 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã iniciou, na semana passada, uma oficina com profissionais da própria entidade, visando o início da elaboração do Plano Estadual de Saúde, que deve entrar em vigor a partir de 2021. A atividade reuniu todos os profissionais que atuam no órgão de saúde e se preparam para contribuir com a elaboração do plano regional, que acontece nos dias 23 e 24 de julho, em Ivaiporã.

Nessa primeira oficina, que foi realizada na Fatec, a enfermeira Karen Patrícia Wilke Ferreira Rocha disse que o governo do estado decidiu que o plano estadual seria construído de forma ascendente, ou seja, ele está sendo construído a partir dos municípios, passando pela regional até chegar ao âmbito estadual.

Karen Rocha informou que cada um dos 16 municípios que integram a regional de saúde já tem seus planos municipais de saúde elaborados e são eles que norteiam as ações de saúde em cada município. Eles começam no segundo ano do mandato do prefeito e seguem até o primeiro ano do mandato do sucessor, até para que as políticas de saúde tenham continuidade e não sejam interrompidas com a mudança de governo no município. “Isso é necessário porque os planos municipais de saúde são baseados em um debate que envolve também a população e os profissionais de saúde de cada cidade. Esse mesmo modelo está sendo seguido pelo Estado, para que também tenha organização e continuidade no processo”, enfatizou a enfermeira.

Na oficina que será realizada no final de julho, os 16 municípios vão participar e fazer uma análise da situação da saúde na região, além de uma análise da capacidade instalada e dos serviços que têm à disposição e dos instrumentos que têm à disposição na região. “Esse diagnóstico é importante para fortalecer a região, para conseguir que os serviços sejam mais resolutivos, tanto os do município, como aqueles que podem ser usados a nível regional e para que se tornem referência para outros municípios e outras regiões; e o Hospital Regional de Ivaiporã, que está em fase de construção, também entra nesse desenho de rede”, disse.

A chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother, ressalta que a intenção do atual governo é fortalecer as regiões onde acontecem os serviços de saúde e, para isso, é fundamental que esse planejamento esteja sendo feito de baixo para cima. “Antes, a gente recebia isso pronto da Secretaria de Saúde para que fosse executado aqui, mas nesse trabalho também será possível apontar as referências que já existem na região e conseguir trabalhar com elas”, cita a chefe da Regional de Saúde.

Comentários