Ivaiporã tem crescimento expressivo no VBP

Avicultura se torna terceiro principal produto agropecuário de Ivaiporã

Avicultura se torna terceiro principal produto agropecuário de Ivaiporã

A Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab) divulgou, na semana passada, o VBP (Valor Bruto de Produção), que avalia o volume de recursos financeiros gerados pela produção agropecuária em todos os municípios do Paraná. Na região central, um dos maiores crescimentos no VBP foi registrado em Ivaiporã. Em 2017, o valor total estimado pelo Deral (Departamento de Economia Rural), ligado a Seab, foi de R$ 154,2 milhões. Já no levantamento com dados consolidados de 2018, o município gerou em seu setor primário R$ 187,7 milhões, crescimento de 21,6%. O município de Rio Branco do Ivaí, por exemplo, ficou em segundo lugar com crescimento de R$ 21,2% e Cruzmaltina teve um crescimento na ordem de 16,2%.

Dois motivos foram os fatores principais para esse crescimento. A produção de soja, que passou de R$ 76,6 milhões para R$ 87,2 milhões, um crescimento de 12,1%; e a produção da avicultura, que praticamente dobrou de tamanho, saindo de R$ 9,8 milhões em 2017 para 17,2 milhões em 2018. Com esse resultado, a produção de frango passa a ser o terceiro principal produto agrícola em valor, ficando atrás da soja e do trigo que, no ano passado, rendeu R$ 24,2 milhões, praticamente o dobro do que foi registrado em 2017.

A produção de leite ficou em quarto lugar, com R$ 14,1 milhões e, em quinto lugar, a produção de café, com mais de R$ 5 milhões de receitas agregadas ao VBP.

O prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, comemorou o bom resultado alcançado pelo agronegócio no município e comentou que o resultado da avicultura fortalece ainda mais o projeto de implantação de um abatedouro de aves na região. Recentemente, o empresário Sidnei Bottazzari esteve em contato com o Governo do Estado e em audiência com o governador Ratinho Júnior, e o encontro foi muito positivo. Amaral acredita que é grande a possibilidade que as obras de construção dessa estrutura possam começar em breve. “O empresário está animado e já tivemos a palavra do governador que vai apoiar o empreendimento por meio da Agência Paraná de Desenvolvimento, estamos trabalhando nas últimas tratativas sobre esse projeto”, finaliza o prefeito Miguel Amaral.

Comentários