Polícia Militar prende suspeitos de furto de carne em igreja de Manoel Ribas

Carnes e material apreendido com os suspeitos

Carnes e material apreendido com os suspeitos

Em um trabalho conjunto da Polícia Militar de Manoel Ribas, equipes da Rotam da 6ª Companhia Independente de Ivaiporã e as RPA de Arapuã, Jardim Alegre e Ivaiporã, foram detidos, na tarde desta segunda-feira, dia 24 de junho, sete elementos suspeitos e apreendido um menor de idade, que podem ter envolvimento no furto de 450 quilos de carne que seriam consumidos na festa da comunidade de Pinhalzinho, município de Manoel Ribas.

O furto foi registrado na madrugada do sábado, dia 22 de junho, quando um veículo suspeito foi visto perto de uma fazenda, nas imediações do salão paroquial.

Fábio Meurer Hemkemeier, que é membro do conselho da comunidade e também uma das pessoas que fez a doação de carnes, disse que a expectativa era receber mais de 600 pessoas na festa, mas que sem a carne para o churrasco, não houve outra opção a não ser cancelar o evento. Ele disse que foram doados quase 600 quilos de carne e os elementos levaram cerca de 30 arrobas.

Após receber as primeiras informações, a Polícia Militar de Manoel Ribas iniciou várias diligências e conseguiu informações que o veículo suspeito teria sido visto no município de Arapuã.

Contando com o apoio da equipe da Rotam da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar de Ivaiporã e da viatura de Arapuã, foi abordado um homem de 35 anos. Os policiais foram até a residência do suspeito e, em conversa com a esposa, ela confirmou que o marido tinha envolvimento no furto, mas que não estava sozinho. Ela indicou a participação de mais três homens, com idades de 32 anos, 25 anos e 35 anos e de um menor de idade, sendo que esse último, apesar de adolescente, seria o proprietário do veículo usado no furto. Os dois primeiros suspeitos foram localizados pela equipe da Rotam em uma motocicleta Honda Bros e, na sequência, os policiais militares seguiram até a residência onde estavam os outros dois suspeitos. Na casa foram encontrados 5 quilos de carne, chocolates, um pulverizador costal, um eletrificador de cerca, videogame e roupas com fragmentos de carne e manchas de sangue. O proprietário não soube explicar a origem dos objetos e foi detido.

As equipes policiais continuaram com as diligências e localizaram o menor, que estava em uma estrada rural, onde foi abandonado o veículo Del Rey e, no interior, foi encontrada uma faca com vestígios de sangue, caixas com cachês de maionese e vários ganchos para a manipulação da carne. O menor confessou que havia vendido parte da carne e do refrigerante para uma pessoa. Ao chegar ao local, os policiais localizaram no refrigerador cerca de 30 quilos de carne e grande quantidade de refrigerantes, além do microondas e dos ganchos. Em sequência, no Assentamento 8 de Abril, em Jardim Alegre, a PM localizou uma espingarda calibre 32 com várias munições e 1 motobomba, que teriam sido furtadas em outra ocorrência, também em Arapuã.

No entanto, a maior parte da carne teria sido repassada para um morador de Ivaiporã, que residia na Vila Nova Porã. Os policiais militares foram até o local e localizaram cerca de 80 quilos de carne no freezer do suspeito. Após ser detido, ele levou os policiais a um local onde estavam escondidos diversos produtos veterinários, que também foram furtados na cidade de Arapuã.

Comentários