Agricultor de Ariranha do Ivaí comemora 110 anos

Filhos se reúnem ao lado do pai João Batista para comemorar os 110 anos

Filhos se reúnem ao lado do pai João Batista para comemorar os 110 anos

O agricultor João Batista Pereira Lopes chegou ao município de Ariranha do Ivaí em 1963 e se estabeleceu na região do Rio Azul. Vindo de Januária (MG), ele é nascido em 24 de junho de 1909 e, nesse mês, completa 110 anos. Para marcar a data mais que centenária, os amigos e familiares organizaram uma festa, que foi realizada no sítio do pioneiro, na região do Manda Brasa, também em Ariranha do Ivaí. Viúvo, sua esposa Antonia Lopes faleceu em 1995, ele tem 11 filhos: Silvio, Irael, Ana, Maria Rodrigues, Maria Seixas, Joeli, Nestor, Marcelino, José, Joana e Maria do Amparo, sendo que três deles ainda residem em Ariranha do Ivaí, entre eles o caçula Sílvio Araújo Lopes, que atualmente cuida do pai.

O aniversariante tem ainda 43 netos, 54 bisnetos e 7 trinetos, que moram em várias cidades do Brasil como: Curitiba, Guarulhos, Americana, Santos, São Paulo, Jundiaí, Tapira e Brusque.

No entanto, a festa em Ariranha do Ivaí conseguiu reunir quase 200 pessoas e boa parte dos familiares, para marcar as comemorações do aniversário do patriarca da família Pereira Lopes. O sítio ficou pequeno para tantas pessoas, que alguns familiares tiveram que acampar ou ocupar casas de familiares, amigos e hotéis em Ivaiporã.

João Batista chega aos 110 anos

João Batista chega aos 110 anos

Sílvio Lopes contou que a família começou a organizar a festa há cerca de 1 ano. Ele acredita que o pai é uma das pessoas mais idosas da região central, se não for o mais idoso. “Ter ele junto de nós nesta data é algo que não conseguimos explicar; é uma felicidade imensa e ainda conseguir reunir toda a família”, cita.

Ele ressalta que o pai sofre com alguns problemas de saúde, como dificuldade para caminhar, já que quando ele completou 100 anos, teve uma queda, que causou uma fratura do fêmur e não conseguiu mais se recuperar. O filho também cita a dificuldade de audição do pai, mas ele ainda está lúcido e consegue compreender o que lhe é dito. “Ele é um exemplo de superação e de vida e todos nos espelhamos nele”, cita.

Outro exemplo citado pelos filhos é o fato que o pai sempre foi um exemplo de amor, carinho e honestidade e que os filhos nunca viram ele envolvido em uma confusão ou desavença com alguma pessoa. “Sempre tratou a todos com muita educação”, ressalta.

Netos posam para foto junto com o avô

Netos posam para foto junto com o avô

Comentários