Saúde de Pitanga tem capacitação sobre mucopolissacaridose

Rui Pilotto explica sintomas da doença

Rui Pilotto explica sintomas da doença

Mucopolissacaridose, essa doença de nome complicado, foi o principal assunto em uma palestra realizada na semana passada para os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Pitanga. É uma doença genética recessiva, que se manifesta nos primeiros meses de vida.

Ela é uma doença metabólica causada por erro inato do metabolismo. Estes erros levam à formação inadequada de enzimas, substâncias fundamentais para diversos processos químicos em nosso organismo. As enzimas que não funcionam adequadamente são encontradas nos lisossomos (estrutura que funciona como uma usina de reciclagem nas células). No paciente, os lisossomos não conseguem cumprir corretamente sua função, que é digerir grandes moléculas para serem utilizadas ou reutilizadas. No caso desta doença, tais moléculas mal digeridas são os Glicosaminoglicanos (GAGs), responsáveis pela lubrificação e união entre os tecidos, causando uma consistência mucoide e viscosa.

Apesar de rara, um caso da doença foi registrado em Pitanga e, pelo fato de ser genética, outras situações semelhantes podem surgir ao longo do tempo. Para orientar os profissionais de saúde, agentes comunitários de saúde, enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros, a Secretaria Municipal de Saúde convidou o médico Rui Fernando Pilotto, que é doutor em genética, para prestar esclarecimentos sobre a doença e ajudar a identificar suas principais características, para que, com o diagnóstico adequado, os pacientes possam ser encaminhados para uma análise genética para identificação da doença.

A secretária municipal de Saúde, Emily Sakurai, comenta que o diagnóstico precoce é fundamental para a melhora da qualidade de vida dos pacientes e, com o diagnóstico correto, a coleta do material para a análise genética pode ser realizada em Pitanga mesmo, evitando maior transtorno para o paciente.

Comentários