Programa de conservação de nascentes é lançado em Lidianópolis

Programa é lançado durante encontro de agricultores familiares

Programa é lançado durante encontro de agricultores familiares

O município de Lidianópolis promoveu, no dia 6 de junho, como parte das comemorações do 27º aniversário do município, o Encontro da Agricultura Familiar, no salão paroquial São Sebastião. O evento, organizado pela Secretaria Municipal de Agricultura e pela Emater, teve o apoio da Câmara de Vereadores e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), e contou com a presença de várias autoridades, entre elas o prefeito Adauto Mandu; o vice-prefeito Aparecido Buzato; os vereadores Odair Bovo e Izabel Borges; a chefe do núcleo regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), Vitória Maria Holzmann; a gerente regional da Emater de Ivaiporã, Ana Maria de Morais; o coordenador estadual de Agroecologia da Emater, Paulo Henrique Lizarelli; a presidente do CMDR, Marina Leopoldina dos Santos; entre outras lideranças do município.

A programação apresentou palestra relativa à produção sustentável de alimentos, utilização correta de agroquímicos, apresentação dos resultados já obtidos em Lidianópolis com o trabalho nas unidades de referência, e o lançamento do Programa Municipal de Recuperação e Conservação de Nascentes.

O secretário municipal de Agricultura de Lidianópolis, Luiz Carlos da Silva, o Casagrande, comenta que, apenas nesse ano, o Promifuca (Programa Municipal de Fruticultura e Cafeicultura de Lidianópolis) distribuiu 110 mil mudas de café e 1 mil mudas de caqui. “Temos esse programa que atende os produtores com a doação das mudas e, agora, passamos para a parte de capacitação, não apenas com as técnicas de produção, mas também com informações importantes de mercado, como certificação, rastreabilidade do produto e ainda redução no uso de agrotóxicos e produção de orgânicos, que agregam valor ao produto final”, comenta o secretário.

A chefe da Seab de Ivaiporã, Vitória Maria Holzmann, parabenizou a Prefeitura de Lidianópolis pelo trabalho que está sendo feito no incentivo à diversificação da agricultura familiar, pois o município está fazendo muito, com poucos recursos. Ela lembrou também do apoio do Governo do Estado no trabalho da Patrulha Rural, que está adequando as estradas do município. “Ninguém vai ficar no sítio sem dinheiro e, com esse programa, está sendo agregado valor à produção do município”, disse a chefe da Seab.

Programa de Conservação de Nascentes

O evento também serviu como lançamento do Programa de Recuperação e Conservação de Nascentes, cujo projeto de lei deve ser encaminhado nos próximos dias para aprovação da Câmara de Vereadores. O objetivo da ação é evitar a depredação das nascentes do município e, para isso, haverá o apoio das escolas, Patrulha Ambiental, IAP (Instituto Ambiental do Paraná), Ministério Público, que darão suporte e apoio para o trabalho nas nascentes.

A ação deve iniciar com a demarcação das minas de água, sendo que a localização será realizada através de GPS. Na sequência, além de fazer o monitoramento, será avaliada a necessidade de ações complementares de conservação, como cerca, curvas de nível, reposição da mata ciliar, entre outras. A expectativa da prefeitura é que o monitoramento já reduza a depredação e, com as outras ações, o nível de água, aos poucos, irá aumentando.

Para o prefeito de Lidianópolis, Adauto Mandu, o trabalho vai iniciar nas propriedades que dependem dessas nascentes para o consumo próprio e depois avançará pelos demais córregos e rios do município. “Queremos proporcionar qualidade de água e vida para o produtor”, disse o prefeito. Ele ressalta que todas as ações voltadas aos pequenos agricultores têm como foco principal a geração de renda e evitar o êxodo rural, fazendo com que a população fique no campo.

Comentários