Em estado grave, pintor é transferido para Londrina

Na ocasião do acidente, a vítima foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros de Ivaiporã

Na ocasião do acidente, a vítima foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros de Ivaiporã

O pintor Natal Camilo, 40 anos, ferido após sofrer uma descarga elétrica enquanto trabalhava em um prédio comercial localizado na Rua Santa Catarina, em Ivaiporã, na tarde de sexta-feira, 7 de junho, foi transferido na manhã de sábado, dia 8, para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Universitário (HU) de Londrina, referência em tratamento de queimaduras.

Com 45% do corpo queimado, o trabalhador está em estado gravíssimo, de acordo com informações do Hospital e Maternidade Ivaiporã, onde o homem foi primeiramente internado e passou por um procedimento de limpeza da pele morta após o acidente de trabalho.

De acordo com o enfermeiro responsável da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Maternidade Ivaiporã, Cléber Robloski Iori, as queimaduras foram no tórax, abdômen, membros superiores, face e cervical.

Por conta da gravidade das lesões, os médicos decidiram pela transferência do paciente para o HU de Londrina, que é referência no tratamento de queimados. “Ele foi transferido em coma induzido devido ao quadro de saúde grave”, informou o enfermeiro.

Comentários