Agrônoma inicia produção de cogumelo em Ivaiporã

Estela Zanetti mostra cogumelo produzido em Ivaiporã

Estela Zanetti mostra cogumelo produzido em Ivaiporã

A agrônoma Estela Guisi Bagio Zanetti e o esposo André Luiz Zanetti iniciaram, recentemente, em Ivaiporã, uma produção inovadora. Após ficar mais de 13 anos fora da cidade, onde se formou em Agronomia, no Tocantins, e fez mestrado em Engenharia Ambiental no Rio de Janeiro, além de uma série de cursos sobre produção de cogumelos e agricultura orgânica, Estela Zanetti voltou a Ivaiporã e iniciou a produção de cogumelo shimeji branco e shimeji salmão.

Estela teve leucemia há 10 anos e, desde então, teve que mudar radicalmente a alimentação e encontrou no cogumelo uma fonte interessante de proteínas e fibras. Quando voltou a Ivaiporã, teve dificuldade de encontrar esse produto no mercado local, pois quem consumia precisava buscar em Londrina, para ter acesso ao produto fresco, além de não encontrar o produto em restaurantes e supermercados.

Ela fez um curso com Miriam Yamashita, que é considerada a maior produtora de cogumelo do Paraná e que também auxilia com tutoria na produção, e percebendo que existia um nicho de mercado, ela resolveu investir na produção. “Fiz uma pesquisa na região e percebi que precisava fazer algo diferente do leite, da soja e do trigo, e foquei em algo inovador e resolvi investir nesse produto”, comenta.

A opção pelo cogumelo shimeji é que ele é o mais consumido no mundo e tem um paladar que as pessoas se adaptam mais fácil. No entanto, a produção é um pouco complicada, já que esse é um fungo de regiões frias e que precisa de ambiente controlado em umidade e temperatura. O ciclo de produção é curto e a produção é inesperada.

Apesar do pouco tempo de cultura, Estela Zanetti já conseguiu colocar seu produto como venda direta em Ivaiporã e também em supermercados de Campo Mourão e Guarapuava, além de restaurantes da região. “Agora estamos procurando parceiros em Londrina e outras cidades da região central”, disse a produtora.

Ela destaca que tem feito a divulgação da produção nas redes sociais, onde também compartilha receitas e informações nutricionais sobre o cogumelo.

Comentários