Uso correto da língua

Existem competências obrigatórias para profissionais de qualquer área e o domínio da Língua Portuguesa é uma delas. Ainda assim, erros e dúvidas quanto ao uso correto da língua é uma constante, tanto nas relações pessoais quanto no mundo corporativo.

Além de deficiências na formação básica, a falta de familiaridade com a escrita também contribui para o problema. Portanto, é importante sanar dúvidas linguísticas pontuais por meio de estudo, consultas a dicionários e gramáticas, além de procurar ler dicas como as seguintes:

1. Menos ou Menos?

“Menas” não existe. Mesmo referindo-se a palavras femininas, use sempre menos.

2. Zero graus ou zero grau?

Zero está no singular, portanto, o substantivo grau deve acompanhá-lo na flexão.

O correto é: Zero grau.

3. Seje ou seja? Esteje ou esteja?

Esqueça o seje e o esteje. Essas palavras são usadas de forma errada na expressão oral. Seja e esteja são as opções corretas.

4. Troféis ou troféus?

Lembre-se: a terminação “éis” deve ser empregada apenas nas palavras terminadas em “el”, como papel, pastel, tonel, entre outras. Sendo assim, as palavras terminadas em “éu”, quando flexionadas no plural, devem levar a terminação “éus”. Portanto, o correto nesse caso é troféus, chapéus, céus, etc.

5. Ela quiz ou ela quis?

Assim como toda a conjugação do verbo querer (quiseram, quiseste, quisera, etc.), a palavra quis deve ser escrita com ‘s’. O correto, então, é ela quis.

6. Quite ou quites?

“Quite” deve concordar com o substantivo a que se refere. Se for no singular, podemos dizer que “o contribuinte está quite com a Receita Federal”, por exemplo. Já no plural, “os contribuintes estão quites com a Receita”.

7. Ao meu ver ou a meu ver?

“Ao meu ver” não existe. O correto é “a meu ver”. Exemplo: A meu ver, o evento foi um sucesso.

8. Tem ou têm?

Tem refere-se à 3ª pessoa do singular do verbo “ter” no Presente do Indicativo. Exemplo: Ela tem uma casa na praia. Têm refere-se ao mesmo tempo verbal, porém na 3ª pessoa do plural. Exemplo: Elas têm uma casa na praia.

9. Fim de semana ou final de semana?

Fim é o contrário de início. Final é o contrário de inicial. O correto nesse caso é “Bom fim de semana”.

10. A par ou ao par?

No sentido de estar ciente, o correto é “a par”. Exemplo: Ele já está a par do ocorrido.

Use “ao par” somente para equivalência cambial. Exemplo: Há muito tempo, o dólar e o real estiveram quase ao par.

11. Senão ou se não?

Senão significa “a não ser”, “caso contrário”. Exemplo: “Nada fazia senão reclamar”. Se não é usado nas orações subordinadas condicionais. Exemplo: Se não chover, poderemos sair.

12. Onde ou aonde?

Onde indica lugar em que algo ou alguém está e deve ser utilizado somente para substituir vocábulo que expressa a ideia de lugar. Exemplo: Onde coloquei minhas chaves?

Aonde também indica lugar em que algo ou alguém está, porém quando o verbo que se relacionar com “onde” exigir a preposição “a”, deve-se agregar esta preposição, formando assim o vocábulo “aonde”. Expressa a ideia de destino, movimento.

Exemplo: Aonde você irá depois do trabalho?

Até a próxima semana.

Comentários