Pitanga inicia projeto Karatê nas Escolas

Projeto oferece karatê em período contrário às aulas

Projeto oferece karatê em período contrário às aulas

O município de Pitanga, em parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Acokat (Associação Centro-Oeste de Karatê Tradicional), iniciou o projeto Karatê nas Escolas, em cinco unidades de ensino da rede municipal de Pitanga, com alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, em regime de contraturno escolar. Segundo a sansei Janete Kutczuruba, que coordena a Acokat, a ideia é que os alunos participem do projeto pelo menos duas vezes por semana e, para isso, eles precisam estar com boas notas na escola, ter bom comportamento e assiduidade nas aulas. “Acreditamos que o resultado será superpositivo, pois o karatê trabalha com princípios como comportamento, hierarquia e respeito, além de ser uma importante ferramenta para o desenvolvimento intelectual”, cita a sansei Janete.

Além de trabalhar a recreação e a parte física dos alunos, os professores começaram a perceber a mudança de comportamento dos participantes em sala de aula. Janete prevê que os alunos que, atualmente, são dispersos, vão começar a prestar mais atenção e se comportar nas aulas.

Inicialmente, o projeto está sendo realizado nas escolas municipais Reinaldo Nunes Ferreira, Escola Santa Regina, vice-prefeito Euclides Gomes da Cunha, José Bittencourt e Afonsina Mendes Sebrenski, mas a ideia da secretaria é expandir para a Educação Infantil e também escolas da área rural.

“Quero agradecer o apoio que estamos recebendo do município, principalmente do prefeito Maicol Barbosa e das secretarias de Esportes e Educação, do Centro da Juventude e dos colégios São Paulo e São Bento”, comenta a professora Janete Kutczuruba.

O secretário de Educação, Alfredo Schavaren, ressalta que a ideia da parceria com a Acokat é trabalhar, principalmente, a disciplina e a concentração por meio do karatê e os princípios como cordialidade, respeito e convívio mútuo. Ele cita como exemplo, o projeto de xadrez, que já criou raízes e que tem dado muito certo em Pitanga. “O karatê é uma modalidade que tem raízes no município e que tem o apoio da prefeitura; acredito que esse projeto será muito positivo para os nossos alunos”, frisa.

Comentários