Prefeita de Manoel Ribas explica situação da obra da Clínica da Mulher

Bete Camilo – prefeita de Manoel Ribas

Bete Camilo – prefeita de Manoel Ribas

Diante da polêmica criada com relação à obra da Clínica da mulher, que está parada desde o ano de 2010, a prefeita de Manoel Ribas, Bete Camilo, esclareceu a população sobre as ações que a prefeitura tem tomado, desde 2013, para tentar reverter a situação.

Ela reconhece que, na campanha eleitoral de 2012, assumiu o compromisso de tentar reverter a situação da obra, no entanto, não se tinha ideia de como estava travada essa situação. Ela conta que, poucos meses depois da posse, em 2013, procurou a Secretaria de Estado da Saúde para tomar ciência do que estava ocorrendo. “Houve uma troca de governo na época e foi aberto um procedimento jurídico para apurar a paralisação, e depois o governo do estado não apresentou nenhuma solução sobre esse caso”, informa a prefeita.

O último contato com o governo para tentar buscar uma solução para o projeto ocorreu no ano passado, no entanto, a única informação que foi repassada ao município é que não poderia ocorrer qualquer alteração na obra. Ela não sabe precisar, mas outras cidades no Paraná também têm obras da Clínica da Mulher paradas e sem solução. “Essa é uma obra que poderia ser uma solução para os problemas de saúde do bairro Santa Rita, porém a gestão passada deveria ter tomado providências e resolvido a situação, mas nada foi feito”, comenta a prefeita.

Ela frisa que agora espera um posicionamento do novo governo do estado, sobre como ficará a situação e espera que isso seja resolvido de forma rápida. Bete Camilo destaca que o município entrou apenas com a doação do terreno e todo o processo de licitação, contratação da empresa e administração da obra é de responsabilidade do Governo do Estado. “O município não pode realizar nada na obra, pois caracterizaria um ato de improbidade administrativa; enquanto não houver uma solução para o entrave jurídico, não podemos fazer nada”, disse a prefeita.

Ela comentou, no entanto, que o Estado fez uma “compensação” com o município de Manoel Ribas, liberando os recursos para a construção da UBS das Araucárias, que atualmente atende boa parte da demanda da saúde. “Esperamos que, em breve, esse problema seja resolvido e possamos atender a comunidade”, disse a prefeita.

Comentários