Vacinação contra febre aftosa começa dia 1º de maio

Imagem da notícia.

No próximo dia 1º de maio começa a 1ª etapa da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa. Nessa etapa da campanha, que vai até 31 de maio, deverão ser vacinados bovinos e búfalos com até 24 meses de idade, inclusive os bezerros recém-nascidos. Conforme o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), rebanho brasileiro soma 218 milhões de animais entre bovinos e búfalos.

A médica veterinária - Fiscal de Defesa Agropecuária da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), em Ivaiporã, Juliana Seixas Garcia Pelloso, explicou que o produtor deve vacinar e comprovar a vacinação obrigatoriamente durante todo o mês de maio. A comprovação pode ser feita no portal www.adapar.pr.gov.br ou na unidade local da Adapar, sendo que nesse caso é necessário apresentar o comprovante de vacinação e a nota fiscal da compra da vacina. “Agora a dose da vacina mudou para 2 ml, e o produtor deve aplicar essa quantidade independente do tamanho e peso do animal. Aplique preferencialmente via subcutânea”, afirmou a veterinária.

Na campanha, todo produtor de bovinos e búfalos é obrigado a atualizar o rebanho mesmo que não possua animais a serem vacinados.

O estado do Paraná é livre de febre aftosa com vacinação, por isso, Juliana Pelloso reforçou a importância de imunizar os animais. É possível que a partir de 2021, o estado do Paraná seja livre de febre aftosa sem vacinação. “A vacinação é obrigatória, portanto, o produtor que não vacinar e não comprovar a vacinação é autuado e recebe uma multa que varia conforme a quantidade de cabeças de cada produtor”, salientou a veterinária.

Comentários