Sebrae e centro tecnológico italiano realizam 2º encontro sobre cadeia do leite

Projeto visa definir cenário tecnológico da cadeia produtiva do leite e derivados no Vale do Ivaí. Por: Antonello Nadal

Projeto visa definir cenário tecnológico da cadeia produtiva do leite e derivados no Vale do Ivaí

Fonte: Antonello Nadal

Com foco em auxiliar os produtores a identificarem suas principais necessidades e aumentar a competitividade por meio da inovação tecnológica, o Sebrae/PR, com apoio do Sindicato Rural de Ivaiporã, Fiep, Senar e Centro Tecnológico Cosmob, da Itália, realizou na quinta-feira, 4 de abril, o segundo encontro do projeto Foresight Leite e Derivados, que reuniu produtores da cadeia do leite que envolve laticínios, produtores locais e pequenas queijarias. Antes da reunião, houve uma degustação de queijos e frutas trazidas por produtores.

Além de Ivaiporã, os municípios de Cascavel, Toledo e Francisco Beltrão também participam do projeto Foresight, que em inglês significa previsão.

A metodologia Foresight é utilizada atualmente nas plataformas tecnológicas europeias para definição das potencialidades de crescimento e de inovação, e encabeçado pelo consultor do Cosmob no Brasil, Emílio Beltrami.

O objetivo dos encontros é identificar o cenário tecnológico e construir juntamente com as lideranças setoriais um plano de inovação que permita aumentar a competitividade do território. “A ideia é medir qual a previsão e necessidade tecnológica das empresas para se fazer uma transferência de conhecimento e a disseminação de inovação dentro das empresas para aumentar a competitividade frente aos novos desafios do mercado”, destacou o consultor internacional.

Uma vez definido o cenário tecnológico vai ser possível fazer uma análise para verificar os gargalos locais que precisam ser preenchidos com uma tecnologia de inovação de modo que as pequenas e médias empresas entendam qual a tecnologia utilizada pelos concorrentes europeus. “Temos que juntar a cadeia produtiva e criar novas lideranças que permitam gerenciar a capacidade de gestão do território”, finalizou Emílio Beltrami.

No final do ano será montada uma missão, que vai visitar a sede do Instituto Cosmob, na Itália, e quando serão avaliados os resultados do trabalho. Os próximos encontros estão marcados para julho e setembro.

Representantes do Sebrae e parceiros durante 2º encontro

Representantes do Sebrae e parceiros durante 2º encontro

Comentários