Gratidão dos elefantes

Lawrence Anthony foi uma lenda viva na África do Sul, autor de três livros, entre eles o best-seller “O Encantador de Elefantes”.

Ele bravamente resgatava e reabilitava elefantes selvagens em todo o planeta, após serem vitimados por atrocidades humanas, incluindo o corajoso resgate dos animais do Zoológico de Baghdad durante a invasão dos EUA em 2003.

Em 7 de março de 2012 Lawrence Anthony morreu.

Ele será sempre lembrado por sua esposa, 2 filhos, 2 netos, e pelos numerosos elefantes.

Dois dias após a sua morte, os elefantes selvagens apareceram em sua casa liderados por duas grandes matriarcas.

Chegaram em massa em manadas, para dizer adeus ao seu amado “amigo homem”.

Um total de 31 elefantes caminhou pacientemente mais de 112 milhas para chegar à casa de Lawrence no Sul da África.

Testemunhando este espetáculo, as pessoas obviamente ficaram abismadas, não somente pela suprema inteligência dos animais além do tempo preciso em que estes elefantes sentiram sobre o falecimento de Lawrence, mas também por causa da profunda memória e emoção evocada por estes amados animais de forma tão organizada.

Caminhando lentamente por dias, fazendo seu caminho em uma fila solene um-por-um de seu habitat até a casa da família.

A esposa de Lawrence, Francoise, ficou tocada, especialmente sabendo que os elefantes não tinham ido a sua casa antes deste dia nestes de 3 anos! Mas ainda assim eles sabiam para onde estavam indo.

Os elefantes obviamente queriam pagar com profundo respeito, honrando seu amigo que havia salvado suas vidas. E foi tanto respeito, que ficaram ali por 2 dias e 2 noites sem comer nada.

Então, numa manhã, eles deixaram o local, tornando a sua longa viagem de volta para casa.

Algo no universo é maior e mais profundo que a inteligência humana.

Fonte: http://amaerj.org.br/noticias/lawrence-antony-e-a-gratidao-dos-elefantes-senciencia-animal/

Comentários