Sindicato dos Servidores Municipais fará mobilização contra a reforma da Previdência

Enetes Teixeira

Enetes Teixeira

O Sindicato dos Servidores Municipais de Pitanga está promovendo uma mobilização, marcada para o dia 22 de março, a partir das 8h30 da manhã, com concentração em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, contra a reforma da Previdência. O primeiro ato tem início em frente ao prédio da Previdência Social de Pitanga, na sequência, os participantes seguem em passeata até o salão paroquial da igreja matriz Sant’Ana, onde será realizada uma palestra de esclarecimento aos trabalhadores, sobre o que está sendo votado na PEC (Proposta de Emenda a Constituição), encaminhada ao Congresso Nacional.

O presidente da entidade sindical, Enetes Teixeira, comenta que todas as entidades representativas de trabalhadores, em todo o Brasil, estão marcando essa data como um dia nacional de paralisação, pela reforma previdenciária. Ele destaca que antes de realizar a votação, é necessário, que se faça uma análise da reforma tributária, onde mais de 40% da arrecadação do Brasil vai para o pagamento de juros da dívida. “Também seria importante que se fizesse cobrança das grandes empresas e instituições que têm dívidas monstruosas com o INSS”, salienta.

Ele também defende o fim de auxílio moradia para juízes e deputados, antes de começar a mexer com os direitos da classe trabalhadora. “Vamos fazer um esclarecimento à população, que essa reforma não tira privilégio de ninguém, ela impõe ao trabalhador uma conta que não é dele, principalmente, o servidor público municipal, que é o menos responsável pelo déficit da Previdência”, ressalta.

Comentários