Lunardelli terá hotel

Francisco Izidoro e Pedro Freitas mostram obra de hotel

Francisco Izidoro e Pedro Freitas mostram obra de hotel

Um dos principais problemas de infraestrutura turística de Lunardelli está próximo de ser resolvido. Apesar de receber cerca de 100 mil romeiros, o município não tem ainda um hotel para acomodar os turistas para pernoitar na cidade. As únicas opções são as pousadas, que não têm a infraestrutura de hotel, casas cedidas pelos moradores, ou procurar as cidades vizinhas, como Ivaiporã, que fica a 25 quilômetros, e São João do Ivaí, a 10 quilômetros.

O empresário Pedro José de Freitas, que já tem um posto de combustíveis na cidade, comentou que já havia percebido a dificuldade que existe em Lunardelli para quem pretende dormir, principalmente por parte dos romeiros, que vêm de outras regiões.

O estabelecimento, que começa a entrar na fase de acabamento, contará com 30 suítes, com banheiro privativo, ar condicionado, TV a cabo e internet wi-fi, com opções de acomodações single, duplo e triplo. O hotel irá oferecer café da manhã e, dependendo da demanda, também poderá oferecer jantar. “A repercussão tem sido boa, muitas pessoas observam a obra e ao saber que se trata de um hotel, elogiam o investimento”, comenta.

Ele acredita que, além de atender as romarias no mês de maio, aos finais de semana e as celebrações que acontecem todos os dias 22, o hotel também será uma opção para os vendedores que trabalham na região. A ideia é que, pelo menos, o primeiro andar do hotel esteja funcionando no mês de maio, para atender a demanda da festa da padroeira de Lunardelli. A expectativa é que sejam gerados, de imediato, 6 empregos diretos.

O diretor municipal de turismo, Francisco Izidoro, destaca que um dos gargalos do turismo no município é a questão da hospedagem. “O turista procura três coisas, o transporte para chegar ao local, alimentação de qualidade e um local para ficar e, em Lunardelli, a nossa principal dificuldade é a questão da hospedagem”, ressalta. Pelo fato de não contar com um hotel, muitos romeiros acabam retornando no mesmo dia, o que também se torna um fator impeditivo para que romarias de cidades mais distantes visitem o município. A expectativa de Izidoro é que o hotel em Lunardelli viabilize também a integração do turismo na região e também dentro do próprio município, que já capacita os produtores rurais para a questão do turismo rural e alimentação aos turistas.

O município de Lunardelli tem trabalhado para apresentar mais opções de passeio ao turista, além do santuário de Santa Rita de Cássia; tem as opções do turismo rural e a consolidação da rota das capelas. “Com mais essas opções, temos a possibilidade de fomentar o próprio hotel e outras opções de negócio no município”, destaca o secretário de turismo.

Comentários