Enfermeiros participam de oficina sobre protocolos no exercício da profissão

Autoridades e enfermeiros participam de encontro em Jardim Alegre

Autoridades e enfermeiros participam de encontro em Jardim Alegre

Municípios ligados a 22ª Regional de Saúde participaram na quinta-feira, dia 14 de fevereiro, de uma oficina com o título: “Protocolos Clínicos de Enfermagem”, que foi realizada na Câmara de Jardim Alegre e reuniu profissionais da área, secretários de saúde e outras autoridades, como a chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother; o presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Clodoaldo Fernandes dos Santos; o prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan; entre outras lideranças regionais. O evento foi organizado pelo Coren e o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS), com o apoio da Regional de Saúde e a Prefeitura de Jardim Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

A oficina foi ministrada pela presidente do Coren Paraná, Simone Aparecida Peruzzo, que esteve pela primeira vez na região central. O Coren (Conselho Regional de Enfermagem) reúne atualmente 100 mil profissionais com registro no Estado.

Segundo Clodoaldo Fernandes, o assunto debatido é a implantação dos protocolos clínicos e a sistematização do sistema de enfermagem, e o objetivo é dar mais autonomia, objetividade no atendimento das pessoas e dar mais segurança aos enfermeiros na execução do seu trabalho. “Com isso, os municípios vão ganhar em produtividade, atenção e melhoria no atendimento às pessoas e um espaço de excelência do atendimento à população”, acredita Clodoaldo Santos.

A presidente do Coren-PR, Simone Peruzzo, ressalta que está encantada com a ousadia dos pequenos municípios da região, em promover a iniciativa de discutir e fortalecer o papel da enfermagem e da atenção básica. “Trabalhar com os protocolos é extremamente producente e muito importante para o usuário e para os trabalhadores”, comenta a presidente do Coren-PR.

“É um grande desafio trabalhar com a enfermagem no cenário atual, principalmente no que diz respeito ao quantitativo de profissionais em diferentes áreas da saúde, os protocolos vão oferecer a esse paciente um serviço mais qualitativo e melhorar a quantificação do serviço”, avalia.

Simone Peruzzo – presidente do Coren-pr

Simone Peruzzo – presidente do Coren-pr

Comentários