Manoel Ribas terá aulas do Proerd

Representantes da secretaria de Educação e da Pm apresentam Proerd à prefeita Bete Camilo. Por: Aldinei Andreis

Representantes da secretaria de Educação e da Pm apresentam Proerd à prefeita Bete Camilo

Fonte: Aldinei Andreis

Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental das escolas municipais de Manoel Ribas participarão, nesse ano de 2019, do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). O acordo para que as aulas aconteçam no município foi firmado em reunião, na semana passada, entre o sargento Paulo dos Santos e do cabo Cleber Guimarães, a secretária municipal de Educação Márcia Mendes Luciano e a prefeita Bete Camilo.

As aulas ocorrerão nas escolas Renato Siloto, Alberto Stipp e nas instituições da área rural e devem ocorrer a partir do mês de junho.

Sargento Paulo comenta que o programa faz parte da estratégia do Batalhão de Patrulha Escolar da Polícia Milita e, por meio de aulas, vai apresentar às crianças, o perigo do contato com as drogas e a violência. Ele ressalta que o município de Manoel Ribas, há vários anos, vem demonstrando o interesse em receber novamente as aulas do programa e isso foi possível nesse ano, justamente, porque o Proerd também está sendo realizado em cidades vizinhas. “Nessa reunião, pudemos expor para a prefeita, como o programa funciona e definimos as estratégias para o início das aulas”, comenta sargento Paulo. Na primeira etapa do programa na região, as aulas acontecerão nas escolas de Pitanga.

A secretária municipal de Educação, Márcia Mendes Luciano, comenta que o Proerd vai contribuir com o trabalho que vem sendo realizado nas escolas e dentro do currículo do Ensino Fundamental. “Esse trabalho de conscientização é muito importante, pois estamos vendo, dentro das escolas, os problemas com drogas e álcool e a violência está entrando cada vez mais cedo nas casas e essa faixa etária é onde eles começam a ter contato com esses problemas e precisamos dar o suporte para as famílias”, disse Márcia Luciano.

Para ela, o Proerd será um auxílio importante para as famílias e vai ajudar os professores a abordar o tema dentro da sala de aula, de forma que as crianças internalizem essa questão e ajudem a se afastar do mal que hoje ronda as escolas. “Já tivemos esse trabalho do Proerd, há alguns anos, e lutamos para que ele retomasse em nosso município”, ressalta a secretária de Educação.

Comentários