Projeto da igreja Adventista promove revitalização em CMEI de Lunardelli

Calebes e comunidade de Lunardelli se unem na reforma da creche. Por: Divulgação

Calebes e comunidade de Lunardelli se unem na reforma da creche

Fonte: Divulgação

Desde o dia 19 de janeiro, um grupo de aproximadamente 30 jovens da igreja Adventista do Sétimo Dia de Ivaiporã está se revezando no trabalho de revitalização do CMEI Beatriz Deldotto, em Lunardelli. Trata-se da Missão Calebe, que começou na Bahia em 2006, e atualmente está espalhada pela América Latina, envolvendo aproximadamente 100 mil jovens voluntários da igreja, que dedicam o período das férias para fazer o bem comum para o semelhante.

Entre as ações realizadas pelos calebes duas vezes por ano, no período de férias, estão reformas de casas, promoção de escolas cristãs de férias, recolhimento de lixo dos quintais evitando a proliferação do mosquito da dengue. “Fazemos com que os jovens saiam da zona de conforto, se desliguem das mídias sociais e usem a energia e vitalidade para ajudar o próximo, conforme Deus nos ensinou”, explicou o pastor Diogo Florêncio Sansalone, responsável pelo Distrito Pastoral do Vale do Ivaí, que compreende os municípios de Ivaiporã, Godoy Moreira, São João do Ivaí, Lunardelli, Jardim Alegre, Lidianópolis, Cruzmaltina (distrito de Dinizópolis), Grandes Rios e Rosário do Ivaí.

De acordo com o pastor, jovens de todas as igrejas que pertencem ao Distrito Vale do Ivaí se reuniram e aqueles que tinham disponibilidade se envolveram no projeto de revitalizar a creche Beatriz Deldotto, inaugurada em 2000, e que desde então não havia passado por nenhuma reforma, sendo que a pintura já estava precária.

A expectativa é que a revitalização do CMEI seja concluída até sexta-feira, dia 1º de fevereiro. Nesse período, o grupo de voluntários, que também conta com ajuda da comunidade lunardellense, fez um multirão para limpar o local. Na reta final da reforma, está sendo feita a pintura para receber os alunos no começo do mês. “Todos se envolveram de alguma forma, além das irmãs que não se envolvem diretamente, mas ficam na retaguarda preparando as refeições. Formamos uma corrente do bem, envolvendo também os moradores de Lunardelli, como a primeira dama, familiares, professores e a diretora da escola”, comentou Diogo Sansalone.

Organizada pela igreja Adventista, a missão Calebe é aberta para toda a comunidade. Calebe foi um personagem bíblico corajoso, que junto com alguns príncipes de Israel foram espionar como seria a Terra que Deus havia prometido para eles. Chegando lá, viram exércitos fortes, gigantes e homens valentes, e somente Josué e Calebe acreditaram que independente das dificuldades, Deus poderia dar a vitória para eles, tanto que depois de 40 anos de peregrinação eles foram os únicos que continuaram vivos e tomaram posse do que havia sido prometido, porque não tiveram medo. “O espírito da missão Calebe é mobilizar pessoas que acreditam que grandes coisas podem ser feitas quando muitas mãos se unem. A missão Calebe tem por objetivo levar o bem a todo ser humano aproveitando a vitalidade do jovem, tirando ele da zona de conforto e estimulando-os a pregar na prática o evangelho que Cristo ensinou”, salientou o pastor.

Para realizar a missão, os integrantes da igreja Adventista contam com apoio de empresas como o Formigão Tintas. No entanto, após o encerramento da atividade que os organizadores farão o balanço do custo da reforma e pedem a colaboração da comunidade para custear as despesas, em torno de R$ 5 mil em tintas, fora a alimentação dos jovens. Quem quiser contribuir pode ligar para o pastor Diogo no telefone (43) 99647-3456. “Quando muitas mãos se envolvem, não fica pesado para ninguém e o bem pode ser feito. Com essa ação queremos despertar em todo o Vale do Ivaí o interesse da comunidade em ajudar o seu semelhante”, lembrou.

Escola Cristã de férias

Em julho, a igreja Adventista organizará a Escola Cristã de férias, com duração de uma semana. O tema será receitas com Cristo, onde serão preparadas para as crianças receitas culinárias que tem relação com as parábolas de Jesus.

Comentários