Gêmeas cortam cabelo em prol de pacientes com câncer

Júlia e Juliana Cargnin cortam cabelo para doação ao lado da mãe Cleonice Aparecida

Júlia e Juliana Cargnin cortam cabelo para doação ao lado da mãe Cleonice Aparecida

As gêmeas Juliana e Júlia Cargnin, moradoras de Nova Tebas, realizaram um gesto nobre, na semana passada, com a doação do cabelo para a confecção de perucas para pessoas que fazem tratamento contra o câncer e perderam o cabelo com a quimioterapia. As duas jovens de 20 anos, ruivas naturais, nunca haviam cortado o cabelo antes e as madeixas nunca receberam nenhum tipo de tratamento químico.

Segundo a mãe Cleonice Aparecida Cocatto Cargnin, a iniciativa partiu da filha Juliana, que foi para o interior de São Paulo fazer cursinho para tentar ingressar na faculdade de Medicina. Como as primeiras tentativas de passar no vestibular foram frustradas, ela fez uma promessa caso conseguisse a aprovação em um vestibular de medicina.

Ela foi aprovada na faculdade Unioeste de Jaú (SP) e veio para a região, no sábado, dia 26 de janeiro, para cumprir a promessa. A irmã Júlia Cargnin se solidarizou com a irmã e, para não deixá-la sozinha, ela também resolveu cortar o cabelo pela causa. Cada mecha mediu cerca de 30 centímetros e poderá ser usada na fabricação de perucas.

A mãe relata que ambas são muito apegadas e, por isso, elas sentiram muito a separação para que cada um pudesse estudar. Júlia faz curso de Ciências Biológicas em Campo Mourão. “Para mim é um motivo de orgulho, porque hoje em dia é difícil os jovens que têm essa sensibilidade de amor ao próximo e o mais importante é que ela não encararam isso com uma obrigação ou o pagamento de uma promessa, mas se sentiram felizes por estar fazendo algo de bom para alguém”, ressalta a mãe das gêmeas.

Irmãs nunca haviam cortado o cabelo

Irmãs nunca haviam cortado o cabelo

Comentários