Pitanga promove debate sobre direitos das Crianças e Adolescentes

Maicol Barbosa participa da abertura da conferência da Criança e Adolescente. Por: Edgar de Souza/web Radio On Line Hits

Maicol Barbosa participa da abertura da conferência da Criança e Adolescente

Fonte: Edgar de Souza/web Radio On Line Hits

A Secretaria de Assistência Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente realizaram, na semana passada, no CEEP (Centro Estadual de Educação Profissionalizante) Miguel Carlos Parolo, a 10ª edição da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente: “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Lucinha Camilo, antes da conferência, os cinco eixos pré-definidos foram debatidos em pré-conferências e as propostas principais foram discutidas e deliberadas junto ao público presente. O evento contou com cerca de 200 pessoas, que participaram das esferas governamentais e da sociedade civil organizada.

Além da equipe da Secretaria de Assistência Social também participaram o prefeito Maicol Callegari Barbosa; o promotor de Justiça, Vinicius Fernando Zonatto; representantes da Polícia Militar, Núcleo Regional de Educação e Conselho Tutelar.

A secretária Lucinha Camilo ressalta que o ano de 2018 foi bastante produtivo com a totalização de R$ 900 mil em recursos e liberações para os projetos voltados à criança e ao adolescente. Segundo ela, foram aplicados R$ 120 mil no projeto Crescer em Família; R$ 85 mil no programa Liberdade Cidadã; R$ 55 mil no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos; R$ 50 mil no Programa Família Acolhedora; R$ 240 mil na aquisição de um micro-ônibus adaptado para criança e pessoas com deficiência; R$ 90 mil liberados pelo programa Família Paranaense e outros R$ 48 mil do Governo Federal, que serão aplicados no Programa Criança Feliz, que trabalha com a primeira infância. “Estamos muito felizes, pois conseguimos recursos de várias ordens, em parceria do governo municipal com o Governo do Estado e o Governo Federal”, ressaltou a secretária de Assistência Social.

Entre as propostas apresentadas na conferência, Lucinha Camilo destaca, principalmente, a ideia de fortalecer a rede de proteção à Criança e ao Adolescente, com o aprimoramento dos setores como a assistência social, saúde, educação, promotoria e o Poder Judiciário, para que sejam implantados protocolos com relação as ações a serem realizadas para o combate à violência contra a criança e adolescente.

Para o ano de 2019, a ideia é aprimorar o que foi conseguido e efetivar as políticas e programas já liberados. A secretária também pretende trabalhar a efetivação de mais pessoas para o trabalho na assistência. “Estamos bem estruturados, com equipamentos e instalações, mas precisamos fortalecer mais a nossa parte humana e, com isso, desenvolver os projetos, sendo que um deles é o serviço de fortalecimento de vínculos; vamos desenvolver novas oficinas a partir do ano que vem, que serão trabalhadas no Centro da Juventude e também no Centro Social Urbano”, finalizou Lucinha Camilo.

Lucinha Camilo – secretária municipal de Assistência Social

Lucinha Camilo – secretária municipal de Assistência Social

Comentários