Casamento coletivo reúne 46 casais em Ivaiporã

Foi oficializada a união de 46 casais

Foi oficializada a união de 46 casais

O Cartório de Registro Civil de Ivaiporã junto com o IRPEN (Instituto de Registro Civil de Pessoas Naturais do Paraná) e Prefeitura de Ivaiporã realizaram, na tarde da terça-feira, 27 de novembro, no Ginásio de Esportes Alcebíades Alves, o casamento coletivo de 46 casais.

Cada um deles com uma história de união e luta. O casal Eliseu Gueder e Rogiane Batista já está junto há 18 anos e tem três filhos. A decisão de oficializar o casamento veio justamente da empolgação de uma das filhas, Vitória Elidiane Batista Greggio, que também oficializou a união com o esposo Leonel da Silva Azevedo. “Nossa minha filha casando nos inspirou a oficializar a união de 18 anos, já temos três filhos e vamos guardar esse momento, que é único”, comenta Rosiane Batista.

Já Leonel Azevedo salientou que essa era uma oportunidade de realizar o sonho, que teve início desde que começou a namorar Lediane Greggio.

A realização do casamento foi possível pelo empenho da oficial do Cartório de Registro Civil de Ivaiporã, Amélia Carolina Machado Barcelos, que contou com o apoio do IRFEN e da Prefeitura para o evento. “O instituto realiza essa ação em todo o Estado e vendo a necessidade que temos da população, solicitamos que eles viessem nos ajudar, já a prefeitura nos cedeu o espaço e ajudou na organização do casamento”, comenta.

A oficial do Cartório de Registro Civil de Ivaiporã, Amélia Carolina Machado Barcelos, conduz a solenidade

A oficial do Cartório de Registro Civil de Ivaiporã, Amélia Carolina Machado Barcelos, conduz a solenidade

Ela ressalta que a oficialização possibilita aos casais segurança jurídica, que vai garantir os direitos previdenciários e hereditários, o que seria mais difícil se eles não fossem casados.

A juíza de paz Mariana Martins Lourenço dos Santos comentou que, para todos os envolvidos, esse é um momento emocionante, já que muitos casais vivem juntos há vários anos, mas que a partir de agora eles têm uma vida oficialmente de casados. “Sempre é muito importante fazer parte desse momento, são muitas histórias e viver isso com eles é muito especial”, relata.

Para o juiz da Vara Civil de Ivaiporã, José Chapoval Cacciacarro, a formalização desses casamentos é uma oportunidade de assegurar cidadania e dignidade às pessoas, uma iniciativa louvável por parte do Cartório de Registro Civil. “Além de disponibilizar tempo e recursos para que isso acontecesse, foi uma atitude louvável que agrega cidadania e dignidade para essas pessoas”, comenta.

O vice-prefeito de Ivaiporã, Donizete Gagliano, que participou da solenidade, comenta que esse momento representa uma grande felicidade para quem está no serviço público, pois possibilita a oportunidade de oferecer dignidade a muitas pessoas, que vivem em comunhão, mas não estão em um casamento formal. “Temos que parabenizar as pessoas que aproveitaram essa oportunidade e também ao prefeito Miguel Amaral que possibilitou que isso fosse concretizado, além da iniciativa do Cartório de Registro Civil de Ivaiporã”, destaca o vice-prefeito.

O juiz da Vara Civil de Ivaiporã, José Chapoval Cacciacarro, e a primeira dama de Ivaiporã, Nair Fraga do Amaral, que na oportunidade representou o prefeito Miguel Amaral, que cumpria agenda em Curitiba, foram testemunhas dos casais que formalizaram a união em Ivaiporã. O pastor Emerson Silva proferiu uma bênção aos casados, ao final da cerimônia.

Mãe e filha casam em ação coletiva em Ivaiporã

Mãe e filha casam em ação coletiva em Ivaiporã

Comentários