Desejo de mudança motiva eleitores a votar

Em meio ao desencanto, desconfiança e a descrença da população com os políticos, haja vista o atual cenário político brasileiro, diante de tantas situações suspeitas ou já comprovados casos de corrupção, os eleitores de Ivaiporã foram às urnas, no domingo, 7 de outubro, movidos por um sentimento de mudança. Esse sentimento foi expressado pela maioria das pessoas ouvidas pelo Paraná Centro, no Colégio Mater Consolatrix, esperançosas e confiantes em novos rumos para a política brasileira a partir de janeiro de 2019.

O semanário ainda conversou com mesários de algumas sessões e eles relataram que os eleitores que compareceram às urnas não tiveram dificuldades para registrar o voto, apesar da grande quantidade de números a serem digitados nas urnas eletrônicas.

Imagem da notícia.

Eduarda Disner, 19 anos, confia que voto é ferramenta de mudança

“Votar significa acreditar em um país melhor, em mudanças e esperança de que o Brasil consiga evoluir nas suas principais carências. Por isso, é importante exercer o direito à democracia, pois, dessa forma, podemos votar em pessoas novas, com idéias diferentes”, lembrou a estudante Eduarda Disner Pereira Teixeira, 19 anos.




Imagem da notícia.

Fernando Salla, 42 anos, afirma que brasileiro está cansado de corrupção

“O grande diferencial dessas eleições é a necessidade de mudança. O povo brasileiro está cansado de ver o país nessa situação, por isso, percebo que o desejo da população é que os políticos transformem o discurso bonito e pragmático em realidade. Se eles fizessem o que dizem que farão durante a campanha, nós teríamos um país muito melhor, e não sofreríamos as consequências da corrupção e da inoperância do Estado. Espero que essa mudança de fato ocorra”, ressaltou o médico veterinário, Fernando Salla, 42 anos.

Imagem da notícia.

Leonil Carlos Teixeira, 62 anos, acredita que o voto é esperança de um futuro melhor

“Sou brasileiro, e acredito através do voto podemos mudar o futuro e fazer um país melhor e mais justo para se viver. A esperança é que os eleitos possam melhorar 100% a vida da população”, disse o caminhoneiro Leonil Carlos Teixeira, 62 anos.

Comentários