Confronto em Lunardelli resulta em um assaltante morto e quatro suspeitos detidos

Elementos suspeitos de participação no roubo em Lunardelli

Elementos suspeitos de participação no roubo em Lunardelli

Na noite desta terça-feira, dia 18 de setembro, a Polícia Militar atendeu uma situação de roubo com reféns, em uma residência na cidade de Lunardelli, às margens da rodovia PR-082. Segundo o tenente Gabriel Oliveira, da 6ª Companhia da Polícia Militar de Ivaiporã, sete pessoas armadas, inclusive com armas longas, chegaram ao local onde ficam dois imóveis da mesma família e rendaram as pessoas que estavam nas residências. Os bandidos fizeram 7 pessoas reféns, no entanto, uma delas conseguiu fugir pelo fundo da casa e ligou para o 190, informando o roubo em andamento.

Equipes da Polícia Militar de Lunardelli, Ivaiporã, Jardim Alegre e São João do Ivaí foram deslocadas para o local e, enquanto iam para a ocorrência, uma das viaturas, onde estavam os soldados Costa e Gomes, cruzou com uma Saveiro branca. Poucos minutos depois, os policiais receberam a informação que esse veículo havia sido roubado no assalto à residência em Lunardelli. Os policiais retornaram com sentido à localidade de Pouso Alegre, quando observaram que o carro estava parado em frente a uma residência e o elemento tentava entrar no local.

O homem foi abordado e, com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38. Ele foi identificado como Luiz Felipe da Silva, foragido da cadeia pública de Ivaiporã. Silva foi interrogado pelos militares e confirmou a participação no roubo em Lunardelli, informando, inclusive, a quantidade de pessoas envolvidas e o local onde ocorria a ação delituosa.

As demais equipes, ao chegarem à residência, alvo dos assaltantes, foram recebidas a tiros pelos meliantes, que saíram pelos fundos do imóvel, em direção a uma plantação de trigo. Nesse momento, os policiais revidaram e, após uma intensa troca de tiros, conseguiram avançar no terreno e encontraram um elemento envolvido no assalto, caído no chão, em óbito. O homem foi identificado como André Luiz Barbato de Souza, conhecido como Ursão. “Segundo apuramos, esse elemento havia sido colocado em liberdade, há cerca de 2 meses, e era um dos líderes quando estava detido na cadeia pública de Ivaiporã”, afirmou o tenente Gabriel Oliveira.

Antes da chegada da Polícia Militar ao imóvel, pelo menos três elementos conseguiram fugir em um Astra, de cor prata. Os demais se esconderam em um matagal. A PM fez rondas durante toda a madrugada e patrulhamento em toda a região, com o objetivo de encontrar os elementos.

Ainda durante a madrugada, os policiais militares receberam a informação de um local, onde os bandidos teriam se reunido para traçar o plano do crime. Nesse imóvel, foi encontrada uma carabina e detidas duas pessoas, sendo que Vagner Rodrigues da Silva foi detido por posse ilegal de arma de fogo. Ele é suspeito de ter participação no crime, fornecendo informações sobre a residência para os assaltantes. A mãe do rapaz, que estava no imóvel, também foi encaminhada à delegacia.

Ainda durante patrulhamento, a PM prendeu João Carlos da Silva, conhecido como Elefantinho, suspeito de participação no crime.

O Instituto Médico Legal e a Polícia Civil foram acionados para atender a ocorrência. Além da Saveiro, a Polícia Militar recuperou uma motocicleta roubada do imóvel. Até a manhã desta quarta-feira, dia 19 de setembro, a família vítima do assalto ainda não tinha realizado o levantamento dos objetos roubados, mas existe a informação que os três elementos, que conseguiram fugir no Astra prata, levaram uma determinada quantia em dinheiro. No total, a PM apreendeu uma carabina e dois revólveres.

Segundo tenente Gabriel Oliveira, todos os elementos estavam residindo na cidade de Arapongas, e saíram da cadeia de Ivaiporã. A PM também informou os outros suspeitos de participação no assalto e que conseguiram fugir: Tiago Baltazar da Costa (Tiago Mulambo), Elton Simão Silva (Zóio), Carlos Augusto Marinho (Preto), Vinícius André Rodrigues (Piti), além de um quinto elemento, conhecido apenas como Robinho.

Resolver apreendido na operação

Resolver apreendido na operação

Comentários