Curso de Agronomia do IFPR terá área de 5 alqueires para laboratório

Miguel Amaral discursa durante lançamento do curso de agronomia no Ifpr

Miguel Amaral discursa durante lançamento do curso de agronomia no Ifpr

Uma das condições para a abertura do curso de agronomia em Ivaiporã é a disponibilidade de uma área que será utilizada como fazenda experimental ou laboratório. Para que o curso fosse aprovado pelo Conselho Superior do Instituto Federal do Paraná (IFPR), em Curitiba, a Prefeitura de Ivaiporã se comprometeu a fazer a doação de uma área de 5 alqueires, que está sendo adquirida ao lado do próprio IFPR. O processo de desapropriação já teve início e, nos próximos meses, a doação deve ser formalizada. Segundo o diretor geral do campus do IFPR de Ivaiporã, Onivaldo Flores Júnior, esse item é fundamental para a aprovação do curso. Para ele, a prefeitura tem sido uma importante parceira da instituição, na implantação do curso de Agronomia, desde o início das negociações com a reitoria. “Sabíamos que seria impossível o IFPR custear todo o orçamento necessário para as obras e, principalmente, para a aquisição da área, pelo alto valor que essa aquisição teria e, sem esta área, a implantação do curso se inviabilizaria”, afirma.

Ele destaca que várias reuniões foram realizadas entre o prefeito Miguel Amaral e a reitoria do IFPR, para que fosse possível a aquisição dessa área. “Sabemos que esse processo é burocrático e moroso, mas acreditamos que dentro de alguns meses a doação já tenha sido efetivada”, comentou o diretor do IFPR.

Para o prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, todo o esforço da prefeitura é válido para que esse investimento se concretizasse. “A educação é a maior ´indústria´ não poluente, que presta serviços, emprega e forma profissionais que auxiliam no desenvolvimento de qualquer nação”, destaca o prefeito Miguel Amaral.

Comentários