Abre na sexta-feira, dia 6 de julho, inscrição para o vestibular de Agronomia em Ivaiporã

Onivaldo Flores Júnior faz defesa da abertura do curso de Agronomia em Ivaiporã, durante reunião do Conselho Superior do Ifpr

Onivaldo Flores Júnior faz defesa da abertura do curso de Agronomia em Ivaiporã, durante reunião do Conselho Superior do Ifpr

A última etapa para a aprovação do tão esperado curso de Agronomia em Ivaiporã foi vencida, na semana passada, com a aprovação junto ao Conselho Superior do Instituto Federal do Paraná, que autorizou a abertura do processo de vestibular para admissão dos acadêmicos para o curso, tem que início já em 2019. As inscrições para o processo seletivo tem início nessa sexta-feira, dai 6 de julho, no site do IFPR campus Ivaiporã ou diretamente na secretaria da instituição. O prazo vai até o dia 28 de agosto e os candidatos, com baixa renda, podem solicitar a isenção da taxa de inscrição até o dia 10 de agosto.

O valor ainda não foi divulgado, mas deve girar em torno de R$ 50, o mesmo do ano passado. O curso é totalmente gratuito. O IFPR estará oferecendo 40 vagas para o período integral, ou seja, manhã e tarde. No mesmo processo também foi aprovado o curso de bacharelado em Sistemas de Informação, que também oferecerá 40 vagas para aulas no período noturno.

Segundo o diretor do campus Ivaiporã, Onivaldo Flores Júnior, os dois cursos foram aprovados por unanimidade. Ele destacou, especialmente, a sensibilidade do relator do processo de autorização da abertura de curso, que destacou a importância histórica para Ivaiporã e região da instalação desse curso de Agronomia para a cidade, que por muito tempo ficou esquecida no âmbito do ensino superior gratuito.

A partir de agora, o trabalho será de estruturação do curso. Júnior destaca que o IFPR já garantiu o quadro de professores para o início do curso e a Prefeitura de Ivaiporã está trabalhando para a desapropriação do terreno de 5 alqueires, ao lado do campus, para a implantação da fazenda experimental. “O prefeito Miguel Amaral tem se empenhando para viabilizar a área e, agora, vamos esperar apenas os trâmites burocráticos para receber esse espaço, que será fundamental para o desenvolvimento das aulas”, comentou.

Junto ao deputado federal Sérgio Souza e à Secretaria de Educação Tecnológica do Ministério da Educação estão sendo viabilizados recursos na ordem de R$ 3 milhões para a estruturação do curso. A primeira etapa deve ser liberada ainda nesse ano, no valor de R$ 1,750 milhão, para a construção de um novo bloco didático, laboratórios e compra de equipamentos. “A ideia é que todas as licitações estejam prontas e assim que o recurso for liberado, a ordem de serviço possa ser dada, de forma imediata”, frisou o diretor.

Onivaldo Flores Júnior garante que mesmo que haja algum tipo de atraso com relação ao repasse dos recursos, para iniciar o curso de Agronomia e de bacharelado em Sistemas de Informação, a estrutura atual é suficiente.

“A nossa expectativa é que esse curso seja um dos mais concorridos do Paraná e algo que está sendo positivo é que mesmo com a divulgação prévia apenas nas redes sociais, já conseguimos chamar a atenção também para os nossos outros cursos”, ressalta.

Comentários