Faça sua parte

Vivemos dias no nosso Brasil que o pessimismo tem-se tornado uma marca de nossa geração. Reclamações infinitas e contínuas me incomodam, ouço contra o governo, reclamações do SUS, dos bancos, das instituições, das pessoas, enfim...

Tal situação me fez lembrar uma estória que disse que Zizhang procurou Confúcio por toda a China e encontrou o mestre junto de uma figueira meditando. Aflito, lhe contou que seu país vivia um momento de grande convulsão social e ele temia derramamento de sangue:

- Mestre, precisamos urgente de sua presença no governo. Estamos a beira do caos.

Confúcio nada falou e continuou meditando, então ele continuou:

- Mestre, ensinaste que não podemos nos omitir. Disseste que somos responsáveis pelo mundo.

Calmamente Confúcio respondeu:

- Estou orando pelo nosso país. Depois irei ajudar um homem na esquina.

E calmamente continuou:

- Fazendo o que está ao nosso alcance, beneficiamos a todos. Tentando apenas ter idéias para salvar o mundo, não ajudamos nem a nós mesmos.

O que está estória nos ensina é que existe mil maneiras de se fazer política; não é preciso ser parte do governo, nem ser deputado, vereador, basta cada uma fazer o que está ao seu alcance.

Comentários