Consórcio de Saúde de Guarapuava ampliará atendimento

Reunião com a governadora trata da criação do comércio

Reunião com a governadora trata da criação do comércio

O presidente da Amocentro (Associação dos Municípios do Centro do Paraná), Maicol Callegari Barbosa, prefeitos e secretários de saúde da região participaram, na semana passada, de uma audiência com a governadora Cida Borghetti, para assinar o protocolo de intenção para a criação do Consórcio Intermunicipal de Saúde da 5ª Regional de Saúde de Guarapuava. A instituição é formada pelos municípios de Pitanga, Boa Ventura de São Roque, Turvo, Campina do Simão, Guarapuava, Palmital, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Marquinho, Nova Laranjeiras, Pinhão, Porto Barreiro, Prudentópolis, Reserva do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Candói, Cantagalo, Foz do Jordão, Goioxim, e Virmond.

O protocolo com os 20 municípios que integram o consórcio foi um passo fundamental para a consolidação do projeto, que segue agora para aprovação da Assembleia Legislativa e das respectivas câmaras de vereadores.

Cida Borghetti ressaltou que este é o primeiro consórcio de saúde do Paraná com a participação do Governo do Estado e que segue o modelo de regionalização da saúde. “Esta parceria com os municípios demonstra o modelo que adotamos de regionalização da saúde, que possibilita avanços e amplia o acesso às políticas públicas na área”, afirmou a governadora. “A meta da nossa gestão é estruturar a saúde nas cidades, para que os pacientes não precisem viajar longas distâncias para buscar atendimento”, completou.

Além da parceria na administração do consórcio, o Governo arcará com 50% das despesas de custeio do Centro de Especialidades de Guarapuava.

O projeto prevê também que esses municípios tenham cooperação técnica para a prestação de serviços ambulatoriais especializados de média e alta complexidade, serviços de urgência e emergência pré-hospitalar, serviços de saúde mental.

O Centro de Especialidades de Guarapuava, que atenderá os municípios consorciados, deve entrar em funcionamento no segundo semestre deste ano. No local será possível fazer exames de várias especialidades, como raio-x, ultrassonografia, oftalmologia, audiometria e eletroencefalografia, e também terá estrutura para cirurgias ambulatoriais. São 21 consultórios médicos especializados e consultórios para atendimento com equipe multidisciplinar. O Centro será referência também para o atendimento da rede Mãe Paranaense na região.

Comentários