Carro pega fogo e família suspeita de ação proposital

Polícia deve apurar causas do incêndio no veículo

Polícia deve apurar causas do incêndio no veículo

O Corpo de Bombeiros de Ivaiporã foi acionado na noite do domingo, 13 de maio, para atender uma ocorrência, na Rua Ceará, onde um veículo Monza estava sendo consumido pelo fogo. Mesmo chegando rapidamente ao local, os bombeiros pouco puderam fazer e o carro ficou praticamente destruído. A proprietária do veículo, Rose Rodrigues dos Santos, professora aposentada, comentou que a família suspeita que o incêndio tenha sido criminoso. Ela disse que, no domingo, a família chegou de um pesque pague por volta das 20h00 e se recolheu para o interior do imóvel. A professora ainda voltou outras duas vezes até o carro para pegar um celular e uma carteira de cigarros, quando, por volta das 21h45, percebeu o cachorro latindo. “Meu filho saiu para ver o que estava acontecendo, quando a vizinha do lado de cima começou a gritar que o carro estava pegando fogo; tentamos pegar o extintor do carro e usar uma mangueira de água, mas não teve mais jeito, o fogo se alastrou ainda mais”, disse Rose Santos.

Ela disse que a Polícia Militar esteve no local e analisou o fato e disse, informalmente, o que é possível que o incêndio tenha sido provocado, no entanto, nenhum dos vizinhos percebeu alguma movimentação estranha.

A professora aposentada suspeita de uma pessoa que tem ligações com a família e que, inclusive, fez ameaça a outros entes, pessoalmente, na sexta-feira, dia 11 de maio e, por telefone, no dia 13 de maio. “O fogo começou pelo lado de dentro, mas os vidros da frente estavam abaixados, que era costume deixar assim antes de guardar o carro. A perda foi total e ainda estamos pagando esse veículo”, afirmou a professora aposentada.

Comentários