Motorista do caminhão fala sobre acidente que vitimou 6 jovens

Imagem da notícia. Por: Aldinei Andreis

Fonte: Aldinei Andreis

O motorista de caminhão, Odorico da Silva, 69 anos, envolvido no acidente que tirou a vida de seis jovens de Ivaiporã, prestou depoimento na delegacia de Ivaiporã, na manhã desta quinta-feira, dia 10 de maio. Ele conduzia um caminhão Ford Cargo, placas MGA-4237 de Blumenau. O acidente ocorreu por volta das 21h00, no dia 9, na rodovia PR 082, no trecho entre Placa Luar e Pouso Alegre, no município de Jardim Alegre.

Segundo o delegado Gustavo Dante da Silva, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo para a ingestão de bebida alcoólica. O caminhoneiro tem 45 anos de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e não tem envolvimento recente em acidente. Ele contou em depoimento que conduzia o caminhão em sua faixa de direção, quando percebeu duas ou três motos em sua mão de direção, quando efetuou a frenagem. “Ele disse que foi muito rápido e que acabou colhendo uma ou duas motos e, nesse momento, perdeu o controle do veículo e bateu em outras motocicletas”, disse o delegado.

Gustavo Dante relatou que abriu o inquérito policial para apurar as causas do acidente e destacou que ainda é muito prematuro para concluir quem deu causa ao acidente. No período da manhã, o delegado esteve no local e fez fotos das marcas de frenagem do caminhão e apreendeu o tacógrafo do veículo, que será encaminhado para perícia. Além disso, amanhã ou na segunda-feira, dia 14 de maio, a perícia deve realizar o levantamento do local e análise das motocicletas e do caminhão para chegar à conclusão das causas do acidente. O delegado disse que, assim que possível, também pretende ouvir os dois jovens feridos, que estão na UTI do Hospital e Maternidade Ivaiporã.

Gustavo Dante comentou ainda que o motorista fazia o trajeto entre Terra Boa e Blumenau (SC) e que já havia passado algumas vezes pelo trecho. No depoimento, Odorico Silva disse que estava trafegando a 80 quilômetros por hora, que é uma velocidade compatível com a via. “Mas vamos aguardar e embasar o inquérito e, caso fique constatado que foi o motorista do caminhão que causou o acidente, por negligência, imprudência ou imperícia, ele pode responder por crime de homicídio culposo ao volante”, finalizou o delegado de Polícia Civil de Ivaiporã.

Velório

O velório dos corpos dos jovens ocorre na Capela Aliança de Ivaiporã e o sepultamento terá início a partir das 16h00 no Cemitério Municipal de Ivaiporã. Apenas Juan Pablo Nogueira será sepultado no cemitério municipal de São João do Ivaí.

Comentários