Cida Borghetti se torna a primeira governadora do Paraná

Cida discursa durante posse na Assembleia Legislativa

Cida discursa durante posse na Assembleia Legislativa

Cida Borghetti (PP) se tornou, na sexta-feira, dia 6 de abril, a primeira mulher a comandar o Governo do Paraná de forma definitiva. Ela assumiu o cargo, após a renúncia do governador Beto Richa, que decidiu concorrer a uma das duas vagas ao Senado, nas eleições de outubro de 2018. Borghetti também tem como objetivo concorrer ao cargo de governadora do Estado, nas eleições de outubro, e poderá fazer isso ocupando a cadeira principal do Palácio Iguaçu. Alguns partidos, como o PSB e o Democratas, já garantiram apoio à pré-candidatura da atual governadora. No entanto, o que se sabe é que ela permanece no cargo até o dia 31 de dezembro de 2018.

Em pronunciamento, ela pregou uma união e diálogo entre os poderes, destacando que a harmonia e colaboração vão proporcionar o melhor para a sociedade. Ela também garantiu que vai manter a responsabilidade fiscal e honrar os compromissos com salários em dia, manutenção dos serviços públicos e obras de melhoria de infraestrutura em todo o Estado. “Pelo esforço empenhado e pelo resultado conquistado só há uma opção: seguir pelo caminho traçado. Por isso, é fundamental o compromisso com a responsabilidade fiscal. Porque é da lei, mas, sobretudo, porque é princípio basilar da boa governança”, enfatizou.

A governadora também fez anúncios com relação a mudanças no secretariado, já que alguns saíram dos cargos para disputar as eleições em outubro.

O novo secretário de Saúde é Antonio Carlos Nardi, que foi auxiliar de Ricardo Barros no Ministério da Saúde; Sílvio Barros ficará à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e também responderá de forma interina pela chefia da Casa Civil.

O coronel Maurício Tortato deixa o comando da Polícia Militar e assume a chefia da Casa Militar, já em seu lugar assume a coronel Audilene Rosa de Paula Dias, que se torna a primeira mulher a comandar a Polícia Militar do Paraná. Já a secretaria da chefia de gabinete ficará com Lucília Felicidade Dias.

Nessa segunda-feira, dia 9 de abril, Cida Borghetti anunciou que Jonel Iurk, que estava à frente da Compagas, será o novo presidente da Copel e Lúcia Aparecida Cortez Martins será a secretária de Educação.

Comentários