Focos de raiva em bovinos são confirmados em 3 municípios da região

Ulsa confirma morte de animais na região em decorrência da doença. Por: Divulgação

Ulsa confirma morte de animais na região em decorrência da doença

Fonte: Divulgação

A Ulsa (Unidade de Local de Sanidade Agropecuária) confirmou que 2017 termina com a ocorrência de focos de raiva em bovinos em 3 municípios da região central. O número é menor em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 5 focos.

A doença foi encontrada em animais de Cândido de Abreu, Pitanga e Santa Maria do Oeste. Na região de Ivaiporã, que compreende os municípios de Arapuã, Ariranha do Ivaí, Ivaiporã, Jardim Alegre e Lidianópolis, nenhum caso foi registrado neste ano. Já no Estado do Paraná, foram registrados 47 focos de raiva de herbívoros domésticos em 2017.

De acordo com a Fiscal de Defesa Agropecuária, Maria Andreola, a vacinação é obrigatória e deve ser aplicada em todo o rebanho o quanto antes, visando proteger os animais e a saúde pública, pois a zoonose pode ser transmitida ao homem. “Visitamos cerca de 200, 300 propriedades em um raio de 12 quilômetros, pedindo para os produtores fazerem a vigilância, orientando que eles vacinem os animais, e comuniquem a Unidade de Sanidade Agropecuária caso o animal apresente morte súbita ou algum sinal nervoso. Na propriedade onde deu foco de raiva, a família é orientada a ir a um posto de saúde tomar vacina ou soro, pois a raiva é uma doença incurável”, completou.

A fiscal de Defesa Agropecuária disse que o maior hospedeiro que transmite a raiva na zona rural é o morcego hematófago, por estar localizado em regiões como cavernas e casas abandonadas. Por isso, os produtores são orientados a informar o órgão responsável para que seja feita a captura imediata. “Temos 80 cadastros de abrigos de morcegos hematófagos nos 21 municípios atendidos pela Ulsa, onde anualmente é feito o monitoramento desses abrigos e a captura dos morcegos hematófagos”, informou Andreola, lembrando que, em outubro desse ano, os assistentes de Fiscal Agropecuário, Demétrio Taborda, Samuel Oliveira Lago e João Diego Sagioneti Nunes, realizaram uma revisão nos 3 abrigos de Ariranha do Ivaí.

Assistentes fazem revisão de abrigo em Ariranha do Ivaí

Assistentes fazem revisão de abrigo em Ariranha do Ivaí

Comentários