Colégio Dr. Cândido de Abreu promove Feira Cultural

Alunos apresentam Feira Cultural

Alunos apresentam Feira Cultural

Após mais de 20 anos, o Colégio Estadual Dr. Cândido de Abreu promoveu a I Feira Cultural, que foi aberta a toda a comunidade. O evento foi realizado no dia 8 de novembro e contou a participação de alunos de outras escolas do município, autoridades locais, representantes do Núcleo Regional de Educação de Ivaiporã e lideranças da comunidade.

A ação teve como principal objetivo apresentar os trabalhos desenvolvidos no decorrer do ano letivo, entre eles a Rádio Escolar; os resultados das atividades de medidas agrárias, que foram realizadas diretamente no campo; jogos matemáticos; preservação de fontes de água; experimentos de física e química; ilusão de ótica; castelo medieval; maquetes; objetos antigos; sistemas monetários antigos; horta em forma de mandala, construída pelos estudantes; sistema solar; plantas medicinais; seres vivos; trabalhos sobre movimentos sociais e mundo do trabalho; e geração de renda.

O trabalho de resgate da memória do colégio expôs imagens dos formandos das primeiras três turmas e histórico do Dr. Cândido de Abreu. A Feira Cultural também mostrou algumas características da instituição, como a exposição sobre relevo, densidade demográfica, tipos de solo e produção agrícola do município de Cândido de Abreu, pinturas ecotécnicas com terra e argila, valorização da diversidade cultural, sala do rock, clube de leitura, alimentação saudável e sessão de cinema, onde os alunos protagonizaram grandes obras literárias, que foram apresentadas no auditório do colégio, em sessões de cinema, com direito a pipoca para os espectadores.

A equipe gestora avalia que o trabalho realizado atingiu seu objetivo, que era o de apresentar os talentos que o colégio tem e fazer com que o estudante sinta-se parte integrante e o maior patrimônio da instituição de ensino, pois a grande missão do colégio é que se desenvolva o protagonismo juvenil. Neste sentido, o colégio recebeu relatos de estudantes e profissionais de outras escolas, encantados com os trabalhos apresentados. Neste evento, os visitantes deixaram uma mensagem de perspectivas para um mundo melhor e mais humanizado, que foi colocada numa cápsula do tempo, com previsão de divulgação para o ano 2020.