Polícia Civil de São João do Ivaí encontra arma usada em homicídio

Arma encontrada pela Polícia Civil – fotos/polícia Civil de São João do Ivaí

Arma encontrada pela Polícia Civil – fotos/polícia Civil de São João do Ivaí

No início da noite da sexta-feira, dia 3 de novembro, a Polícia Civil de São João do Ivaí localizou a arma utilizada por Valério Aparecido de Oliveira, 34 anos, suspeito de ter atirado contra Willian Moreira, 28 anos, morto na noite da quinta-feira, dia 2 de novembro, no distrito de Ubaúna.

Segundo a delegada Karen Nascimento, a arma foi localizada em matagal, próximo a um rio, que fica na estrada que liga a sede do município ao distrito. Trata-se de uma pistola Taurus 380. Durante levantamento no local do crime, foram encontrados 9 cartuchos deflagrados e 3 projéteis intactos.

Policial Militar observa casa destruída pelo incêndio

Policial Militar observa casa destruída pelo incêndio

Ainda na tarde do dia 3 de novembro, a delegada que conduz o inquérito policial ouviu o suspeito do crime, que alegou legítima defesa, já que teria sido surpreendido por Willian Moreira, que lhe desferiu um golpe de faca na altura do pescoço. Ele também disse que nunca teve nenhum tipo de desentendimento com Willian e que, inclusive, cumprimentou-o quando chegou ao bar, onde ocorreu a agressão.

No entanto, a delegada Karen Nascimento entendeu que houve excesso na reação de Valério Oliveira, principalmente pela quantidade de tiros disparados, sendo que três deles atingiram a vítima e acertaram a parte lateral do abdome, a parte de trás da nuca e o quadril de Willian Moreira.

Carro e duas motos são destruídos pelo fogo

Carro e duas motos são destruídos pelo fogo

Além disso, o autor dos disparos perseguiu a vítima por cerca de 100 metros disparando contra ele e colocando outras pessoas em situação de perigo, tanto que, na confusão, um idoso acabou ferido por estilhaços, foi encaminhado ao Hospital Municipal e liberado após ter sido medicado. Por esse motivo, Valério Oliveira está sendo indiciado por homicídio qualificado. “A conduta do acusado resultou em perigo comum para outras pessoas que estavam alheias à confusão e, por isso, o inquérito está sendo encaminhado no sentido de pedir a prisão preventiva do suspeito”, frisou a delegada, que pretende ouvir outras testemunhas.

Incêndio

Ainda na tarde da sexta-feira, dia 3 de novembro, a delegada de São João do Ivaí, acompanhada de policiais militares, se deslocou até o distrito de Ubaúna para apurar o incêndio na residência de Valério Oliveira. A suspeita é que amigos de Willian tenham ateado fogo ao imóvel, que inclusive danificou duas motos e um carro do suspeito do homicídio. A Polícia também fez a escolta de uma filha de Valério e de um caminhão de sua propriedade, que também corria o risco de ser incendiado.

Delegada Karen Nascimento

Delegada Karen Nascimento

Comentários