Ivaiporã receberá etapa do Palco Giratório

Espetáculo Palafita será apresentado na etapa do festival que acontecerá em Ivaiporã. Por: Divulgação

Espetáculo Palafita será apresentado na etapa do festival que acontecerá em Ivaiporã

Fonte: Divulgação

A técnica de atividades na área de cultura, Bruna Paulovski de Almeida, informou que no dia 11 de agosto, o Sesc Ivaiporã recebe o espetáculo Palafita (duração de 30 minutos e classificação indicativa 12 anos), do grupo cearense Fuzuê, às 20h00, no Ginásio de Esportes da unidade.

A atração é uma etapa do Palco Giratório, que promove através de espetáculos teatrais e ações formativas um intercâmbio de linguagens entre os estados brasileiros, proporcionando ao público o contato com artistas de várias regiões do país.

Já no sábado, dia 12, das 08h30 às 12h00, os artistas ministram a oficina teatral Corpo e Imagem sobre peso. Mais informações podem ser obtidas no https://www.sescpr.com.br/palcogiratorio/sobre-o-palco/ ou pelo 3472-8150 ou ainda através do [email protected] . Tanto a entrada quanto a participação na oficina são gratuitas.

Palafita

É uma proposição de equilíbrio entre dois corpos, ora sobre mãos e pés, ora reconstruindo formas de estar no outro. A sustentação do corpo sobreposto se dá pela busca de eixos estáveis, remetendo a imagem dos casebres lacustres que conhecemos por palafitas que se erguem em lagos e regiões pantanosas como estratégia de se habitar um espaço. O conceito de morada aqui cria a subjetividade da proteção, uma maneira de habitar os terrenos não estáveis da condição humana.

Oficina Corpo, Imagem e Sobre o peso

A partir da técnica da acrobacia combinada e do contato de improvisação serão propostos jogos e procedimentos para a investigação corporal, explorando o peso do outro como construção imagética.

Sobre o grupo

O grupo Fuzuê atua artisticamente desde 2006, sistematizando as atividades corporais, pesquisas e experimentações na linguagem do Circo e da Dança. Celebrando uma década de atividades continuadas, tem se destacado através de sua atuação na área da criação e formação nas artes do circo, com um repertório de habilidades que se conecta a diversas questões cotidianas, gerando espaço para discussões éticas, estéticas e políticas sobre o corpo e seus elementos no mundo contemporâneo.

Comentários