Presos da delegacia de Pitanga são vacinados contra gripe e outras doenças

Detentos são imunizados na cadeia de Pitanga

Detentos são imunizados na cadeia de Pitanga

A equipe de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de Pitanga realizou, na semana passada, a vacinação dos presos e dos funcionários que atuam na carceragem da Delegacia de Polícia Civil do município. A vacinação desses grupos é preconizada pelo Ministério da Saúde, como um dos grupos prioritários para receber a imunização contra a gripe. Atualmente, a cadeia local conta com 71 presos e a grande maioria aceitou ser vacinado. Além da gripe, eles também receberam doses contra tétano, hepatite e febre amarela.

O delegado de Polícia Civil, Wellington Yugi Daikubara, destacou também que a atual gestão municipal tem dado uma atenção especial ao atendimento médico dos detentos. Agora, a cada 15 dias, o médico faz uma visita à delegacia e avalia os presos. A prefeitura atendeu uma solicitação feita pela Polícia Civil, com o apoio do Poder Judiciário, do Ministério Público e do Conselho da Comunidade.

Equipe de saúde se integra com policiais e carcereiros

Equipe de saúde se integra com policiais e carcereiros

O delegado ressalta que esse atendimento tem sido importante, pois ajuda a acalmar os presos, que estão convivendo em um ambiente superlotado e melhora a convivência interna, reduz a incidência de detentos doentes e melhora a condição de vida dentro da carceragem. Além disso, torna os procedimentos médicos mais seguros. Ele explica que, anteriormente, para levar o detento até o atendimento médico, era preciso solicitar o apoio de uma viatura da Polícia Militar, que fazia o transporte até a unidade básica de saúde e, no local, o médico precisa interromper o atendimento à população para dar prioridade ao preso.

A secretária municipal de Saúde de Pitanga, Emily Sakurai, comentou que a administração acatou a solicitação da Polícia Civil, justamente para dar uma atenção melhor aos detentos, já que o lema da gestão é melhorar a qualidade de vida de todos os pitanguenses. Além disso, a anterior forma de atendimento aos presos causava um enorme transtorno nos postos de saúde. Agora é possível manter uma rotina adequada, sem prejudicar o atendimento à população. “Agora apenas os casos mais graves são encaminhados ao atendimento de saúde e isso reduziu de forma significativa o fluxo de detentos no posto de saúde”, comentou.

Sobre a vacina contra a gripe, ela já está disponível para a população no posto central e nas ESF (Estratégias de Saúde da Família). Podem receber a vacina crianças com idade entre 6 meses a 4 anos, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que tiveram bebês nos últimos 45 dias, profissionais dos serviços públicos e privados de saúde, portadores de doenças crônicas, além de professores.

Comentários