Paróquia Sant’anna prepara nova edição do Acampamento

Católicos participam do acampamento organizado pela Paróquia Santanna

Católicos participam do acampamento organizado pela Paróquia Santanna

A Paróquia Sant’Anna de Pitanga já está se preparando para as duas edições do projeto Acampamento, que serão realizadas nesse ano. O pároco local, Thiago Alberto Grande, comenta que em todas as edições, a procura pelo projeto é maior que o número de vagas ofertadas, o que demonstra o sucesso do projeto, que tem chamado a atenção dos católicos. “Temos percebido que a mudança é visível, tanto na caminhada, como no envolvimento dentro da igreja, e percebemos a vinda daqueles que estavam afastados e que têm agora a ideia de evangelizar os batizados”, comentou.

Padre Thiago Grande comenta que o projeto Acampamento nasceu através de um leigo mexicano, que enxergou em um projeto empresarial a possibilidade de adaptação para a evangelização. O projeto foi trazido para o Brasil por Astromar Miranda e tem como objetivo conhecer ou voltar a ter contato com Deus, aprendendo a se conhecer melhor e ter uma vida plena e cheia de amor.

Padres participam da ação da igreja

Padres participam da ação da igreja

Nessa metodologia do acampamento, o participante fica 4 dias em um local isolado da família, do trabalho e do seu cotidiano, num processo de imersão, com atividades e momentos de espiritualidade, para que a pessoa tenha uma verdadeira experiência com Deus.

Em Pitanga, o projeto é desenvolvido há 7 anos e já teve a participação de 650 pessoas. Os acampamentos realizados no município, até o momento, acontecem na chamada modalidade sênior, adaptada ao juvenil para maiores acima de 18 anos. No entanto, para esse ano, a ideia é que aconteça a 1ª Fac (Formação de Adolescentes Cristãos), para jovens de 14 a 16 anos. A Fac deve acontecer durante o feriado de Independência do Brasil. Já o acampamento sênior acontece durante o feriado da Proclamação da República.

Padre Thiago Grande comentou que o público que participa do acampamento deve ser o mais heterogêneo possível. “Quanto mais diversidade, melhor, para que a experiência de espiritualidade seja completa”, frisa o padre.

Para cada acampamento, são abertas 110 vagas, que são preenchidas rapidamente. O processo de seleção passa por um sorteio, direcionamento de fichas para outras paróquias, além da prioridade para os cônjuges, cujos companheiros já realizaram a experiência. “O nosso objetivo é realizar os acampamentos divididos por faixas etárias e também possibilitar que as paróquias da região venham a Pitanga realizar seus acampamentos aqui”, frisou o pároco.

Comentários

Comentários desabilitados para essa notícia